Edivaldo Holanda Júnior (Foto: Reprodução TV Mirante)Edivaldo Holanda Júnior foi reeleito prefeito de São Luís (Foto: Reprodução TV Mirante)

Candidato pelo PDT teve 53,94% dos votos contra 46,06% de Braide.
Com o resultado, ele permanece no governo da cidade até 2020.

Do G1 MA
Edivaldo Holanda Júnior (PDT) foi reeleito, neste domingo (30), para o cargo de prefeito de São Luís para mais quatro anos. O representante da coligação ‘Pra seguir em frente’ teve 285.242 dos votos válidos (53,94%) contra 243.591 (46,06%) de Eduardo Braide (PMN).
“Foram quatro anos de muito trabalho dentro da cidade, organizando a casa com muitas obras entregues. Destacamos a parceira com o governador Flávio Dino e quero agradecê-lo pelo apoio na nossa eleição e também pelo apoio à cidade de São Luís. Depois de tanto trabalho, chegamos ao momento da eleição, e nesses quase três meses tivemos a chance de mostrar para cidade tudo que foi feito. Agora é continuar o trabalho a partir de 2017”, disse Edivaldo Holanda Júnior.
Votos brancos foram 8.758 e nulos chegaram a 15.944. As abstenções foram 106.244, equivalente a 16,10% do eleitorado.
O candidato derrotado Eduardo Braide fez um pronunciamento no comitê central. “Seremos fiscais da cidade. As máquinas não devem funcionar só às vésperas da eleição. São Luís deu este recado. Quero agradecer a todos pelo apoio e de forma especial a todas as lideranças comunitárias. Agradecer ao povo da minha cidade o que fizeram por mim nestas eleições. Vou retribuir essa gratidão cada vez mais e mais como deputado, com muito trabalho. E esse trabalho recomeça esta semana”, declarou.
No primeiro turno, Edivaldo Holanda Júnior ficou com 45,66% dos votos válidos (239.737) e Eduardo Braide obteve 21,34% (112.041).
Sobre Edivaldo Holanda Jr.
Filiado ao PDT desde agosto de 2015, o prefeito reeleito contou com o apoio de 12 partidos nesta campanha: PDT, PCdoB, DEM, PROS, PTB, PSC, PRB, PTC, PEN, PR, PT e PSL.
Com a vitória, pedetista permanece no comando da cidade e vai governar São Luís até 2020. Na eleição anterior, em 2012, Holanda Júnior era do PTC e venceu, nas urnas, João Castelo (PSDB).
Edivaldo Holanda Júnior tem 38 anos e como político já foi também vereador da capital maranhense, por duas vezes, e deputado federal. Na reta final da campanha no segundo turno, ele recebeu o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB). O foco do discurso do comunista foi assegurar aos ludovicenses que a parceria entre Município e Estado vai continuar para realização de obras e serviços em São Luís.
Casado, graduado em direito, Edivaldo Holanda Júnior tem como vice o professor Júlio Pinheiro (PCdoB). Diferentemente do concorrente no segundo turno, o reeleito não teve apoio político de nenhum dos candidatos derrotados no primeiro turno.
Propostas
Sobre mobilidade urbana, depois da licitação do transporte coletivo, Edivaldo prometeu criar passarelas com elevadores em pontos de grande fluxo na cidade como nas avenidas Carlos Cunha e Africanos, e também nas proximidades dos shoppings.
Dados São Luís  (MA) - eleições 2016 (Foto: G1 MA)
Nos próximos anos, segundo Edivaldo, a guarda municipal vai ser equipada para agir no combate ao crime junto às polícias Militar e Civil. Disse também que vai criar o Programa de Prosperidade Econômica para juventude, zona rural, investimentos e projetos especiais.
Na educação, promete reformar todas as escolas e construir creches e salas de pré-escola para crianças de três a cinco anos. No esporte, disse que pretende criar o Bolsa Atleta Municipal e criar o Fundo Municipal do Esporte.
No plano de governo, consta ainda a elaboração de um plano de habitação para o Centro Histórico de São Luís.
Na Saúde, uma série de ações devem ser desenvolvidas em parceira com o Governo do Estado, como a ampliação do Hospital da Criança.
Fonte: G1 Ma