Alguns aliados do 10 precisam de um suco de maracujá. A pressão poderá não ser a melhor opção. O que é de César será de César sem pressão e alegações. 


O prefeito eleito por Caxias Fábio Gentil (PRB), nem bem esquentou a cadeira no Palácio da Cidade e já está tendo aquela dor de cabeça para definir a composição de seu governo. A questão não são os nomes disponíveis e sim a pressão que Gentil vem recebendo por parte de aliados que cobram indicações para as mais diferentes pastas como SAÚDE, educação, infraestrutura, agricultura e finanças, dentre outras;

A pressão sobre o prefeito começou logo que o resultado das eleições foi oficializado. Candidatos rejeitados nas urnas, só porque compuseram o grupo de oposição, se acharam no direito de colocar Gentil na parede e exigir por cargos.

Essa semana, por exemplo, Fábio Gentil se viu acuado quando estava prestes a anunciar o futuro Secretario de uma pasta importantíssima, que segundo informações, seria alguém muito próxima, de grande competência, confiança e que atua na área. Nada de anormal.

No entanto outro postulante a função, um ex-candidato a vereador teria dito que seria questão de honra e a sua não indicação à esta Secretária, o iria desmoralizar perante seus militantes a assemelhados,

Diante da possibilidade de Fábio Gentil indicar alguém de sua extrema confiança, este ex-vereador teria demonstrado um descontentamento com conotações de um possível rompimento, antes mesmo do início da nova gestão.

Fábio Gentil saberá reconhecer e nomear seja qual for a função de acordo com o merecimento de cada aliado. 


Diga-se de passagem, "O homem do Castelo" teria sido não apenas rejeitado nas urnas, onde obteve somente 586 votos, mas, também nunca foi unanimidade dentro do próprio grupo de oposição, que sempre o olhou atravessado devido as suas subliminares pretensões durante o pacto de acordo.

Segundo observadores, Fábio Gentil terá que ter pulso para se garantir como o futuro chefe do executivo e não aceitar provocações nas outras secretarias, pois esta primeira já teria sido definida o nome devido essa pressão, e que o mesmo não poderá ceder às pressões de outrem sem popularidade, desagradando o próprio grupo.

Aos gananciosos futuros, muita calma nessa hora, deixem o "cabeludo" pelo menos receber a faixa nas mãos do "humilde" Léo Coutinho, para depois o próprio Fábio Gentil nomear por MERECIMENTO e de forma técnica o seu secretariado, a sua equipe de governo GENTIL.


 É aguardar pra ver!



Fonte e Redação: Jornalista Político Análio Jr