O deputado estadual Adriano Sarney (PV) denunciou o descaso do governo Flavio Dino (PCdoB) com a Educação no município de Presidente Sarney. Segundo o parlamentar, cerca de 700 alunos da rede estadual de ensino médio estão sem aula desde maio deste ano.
Adriano afirma que o governo demitiu 30 professores do quadro de contratados, restando apenas sete do quadro de efetivos concursados. Sem aulas e praticamente sem professores, os estudantes correm risco de perder o ano letivo e certamente serão prejudicados no processo do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).
“O governador Flávio Dino precisa ter consciência de que não se pode tratar a Educação no estado, o futuro de nossas crianças, principalmente nesse caso do município de Presidente Sarney, como se fosse objeto político, como uma oportunidade de perseguir os que não votam nos seus aliados políticos”, declarou Adriano.
O deputado fez um requerimento para a Assembleia Legislativa de pedido de informações ao Governo do Estado sobre a situação do ensino médio no referido município e, ainda na tribuna, cobrou do Executivo uma solução para o caso dos professores contratados.
“O motivo da demissão dos 30 professores contratados não sabemos ao certo. Talvez isso tenha sido feito para que o governo Flávio Dino realize um novo processo seletivo para colocar docentes que o aplaudem ou ao seu partido no Maranhão”, ressaltou o deputado.

Fonte: Luis Pablo