Jim Carrey durante o funeral de sua ex-namorada Cathriona White, neste sábado, na Irlanda (Foto: Niall Carson/PA via AP)Jim Carrey durante o funeral de sua ex-namorada Cathriona White, na Irlanda (Foto: Niall Carson/PA via AP)


Ex-marido de maquiadora alega que ator comprou pílulas que ela usou.
Cathriona White morreu em setembro do ano passado após overdose.

Do G1, em São Paulo

Jim Carrey foi acusado por ter comprado as drogas prescritas que mataram sua ex-namorada, a maquiadora Cathriona White, segundo o site TMZ. O processo contra o ator é do ex-marido de Cathriona.
Segundo o TMZ, a ação menciona que três tipos diferentes de pílulas foram encontrados em um frasco com o nome de Athur King, que seria um pseudônimo de Carrey. É ilegal comprar remédios com o nome de outra pessoa.
Ainda segundo a ação, Carrey teria dado o frasco com as pílulas para Cathriona três ou quatro dias antes da morte dela. O processo acrescenta que o ator sabia que a ex tinha tendência à depressão e já havia tentado se matar.
Carrey ainda não falou sobre as acusações.
Cathriona White, ex-namorada de Jim Carrey (Foto: Reprodução/Instagram)Cathriona White, ex-namorada de Jim Carrey
(Foto: Reprodução/Instagram)
Cathriona morreu em setembro de 2015, aos 28 anos. A causa da morte foi overdose de remédios, e pílulas foram encontradas perto de seu corpo.
Carta de suicídio
A maquiadora deixou uma carta de suicídio dirigida a Carrey, referindo-se à data em que o casal terminou o relacionamento, em 24 de setembro. Cathriona publicou seu último tweet no dia 24 de setembro: "Deslogando do Twitter, espero que tenha sido uma luz para os meus queridos".
Jim Carrey, de 54 anos, e Cathriona se conheceram em 2012, namoraram por alguns meses e depois se separaram. Em maio de 2015, o casal voltou a namorar e terminou de novo.
Fonte: G1