Manifestantes pedem a saída do presidente em exercício Michel Temer (Foto: Reprodução/TV Mirante)Manifestantes pedem a saída do presidente em exercício Michel Temer (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Centrais sindicais são contrárias à proposta que altera 106 artigos da CLT.
Eles também protestaram pela saída do presidente interino Michel Temer.

Do G1 MA , com informações da TV Mirante

Movimentos sindicais realizaram um protesto na manhã desta terça-feira (16), na Avenida Daniel de la Touche, no bairro Cohama em São Luís. Eles se manifestaram contra a parecer que altera os direitos trabalhistas, proposto pelo presidente em exercício Michel Temer.

O grupo realizou distribuição de panfletos na avenida e, por alguns minutos, bloquearam uma alça da via, impedindo o trânsito de veículos no local. O protesto foi organizado por movimentos sindicais.
Segundo as centrais sindicais, a proposta que altera 106 artigos da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) tem o apoio da Confederação Nacional das Indústrias (CNI). “A indústria é a que mais está puxando a retirada dos direitos dos trabalhadores e nós, como somos contrários a isso, resolvemos realizar esse protesto”, explicou a presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

“Pela nova reforma trabalhista, reduzir salários, acabar com o décimo terceiro, aumentar a carga horária de oito para 14 horas. Isso é muito prejudicial para a classe trabalhadora e nós não vamos permitir que seja feito um desmonte de todas as conquistas dos trabalhadores”, declarou o presidente das Força Sindical/MA, Frazão Oliveira.

Em nota, a FIEMA e a CNI afirmam que as aspirações do setor produtivo não significam, de modo algum, ataque aos direitos do trabalhador ou retrocessos nas conquistas sociais do Brasil.
Fonte: G1 Ma