Técnicos da SAF dialogam com cooperativas para o fortalecimento da agricultura familiar no estado



Reconhecendo a força, autonomia e importância dos agricultores familiares, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), dialogou com mais de 15 cooperativas do médio sertão e de diversos municípios maranhenses, durante a Agritec, evento realizado no município de Grajaú, de 23 a 25 de junho, sobre associativismo e cooperativismo. A feira teve como objetivo articular e viabilizar os produtos da agricultura familiar em geração de renda e produto de mercado.


Segundo o presidente da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes), Joaquim Alves, ao longo de 20 anos os movimentos e organizações trabalharam apenas a produção. Não lembraram que os sindicatos e movimentos sociais não podem comercializar e, quem devem cuidar da estrutura de organização da produção e de comercialização são as cooperativas.


“Para se ter uma ideia da importância desse diálogo, nós temos aqui cooperativas de Barreirinhas como a Aetecoop e Coopalmar que comercializam produtos da fibra do buriti no varejo e atacado. A longa distância que essas cooperativas percorreram mostra que confiamos na parceria do Estado que tem até um setor de cooperativismo e associativismo na SAF para atender as cooperativas do estado”, exaltou Joaquim.


O secretário da SAF, Adelmo Soares, informou que o Sistema SAF (SAF, Agerp e Iterma) está trabalhando incansavelmente para desenvolver as cooperativas. Só no mês de junho a Cooperativa Agroecológica pela Vida de São Raimundo das Mangabeiras (Coopevida) recebeu investimento de meio milhão de reais na instalação da primeira agroindústria de polpas de frutas do município beneficiando 150 famílias e, na segunda (27), foram investidos R$ 1 milhão para fortalecer a cadeia produtiva de abacaxi de Turiaçu com a entrega de um trator com implementos e um caminhão refrigerado que serão utilizados para melhorar a colheita e escoar a produção beneficiando mais de 200 agricultores familiares.


“Com o apoio do Governo do Estado a agricultura familiar vem crescendo e conquistando espaços no Maranhão. “Com o incentivo da gestão do governador Flávio Dino, podemos oferecer ao nosso agricultor a qualificação da gestão, apoio ao fortalecimento e a inserção de organizações econômicas da agricultura familiar nos mercados institucionais públicos e privados e, consequentemente, consolidar a participação do agricultor como competidor no mercado”, afirmou o secretário.

O coordenador do Departamento de Cooperativismo e Associativismo da SAF, Johnny Santos, informou que desde a Agritec de Caxias, em novembro do ano passado, o Governo abre espaços para dialogar com as cooperativas e proporciona também conhecimentos sobre registro de agroindústrias e diversos assuntos relacionados ao desenvolvimento das cooperativas.