Polícia investiga ato obsceno de atores em filmagens no Rio (Foto: Reprodução/ Internet)Polícia investiga ato obsceno de atores em filmagens no Rio (Foto: Reprodução/ Internet)

Brad Montana prestará depoimento na 42ªDP (Recreio).
Polícia Civil instaurou procedimento para apurar se houve ato obsceno.

Gabriel Barreira
Do G1 Rio
O dono da produtora BM Vídeos, Brad Montana, responsável pela gravação de um filme pornô na Praia do Recreio, Zona Oeste do Rio, prestará depoimento na manhã desta sexta-feira (15) na 42ª DP (Recreio). A Polícia Civil instaurou um procedimento para apurar se houve crime de ato obsceno. As imagens da gravação de um filme pornô circulam por redes sociais.
A defesa da produtora que gravou um filme pornô na Praia do Recreio, Zona Oeste do Rio, vai alegar "liberdade artística". A informação foi antecipada pelo advogado Rafael Faria, responsável pelo caso.
O defensor admite que o local não foi isolado pela Prefeitura, mas que a praia foi escolhida justamente por ser "deserta".
"Só quem viu foram os curiosos que se aproximaram do espetáculo. A gente vai sustentar a liberdade artística como um todo", afirma Faria.
Segundo ele, a ideia da Associação de Moradores, que cogita processar a produtora, é "repudiosa". Ainda de acordo com o advogado, a "sociedade não foi ultrajada em nenhum momento".
  •  
Só quem viu foram os curiosos que se aproximaram do espetáculo. A gente vai sustentar a liberdade artística como um todo"
Rafael Faria, advogado da produtora
Em entrevista ao G1 na quarta (13), Brad Montana se disse arrependido mas condenou o "preconceito e a hipocrisia" dos brasileiros.
“Hoje eu me arrependo de ter gravado, eu gostaria de ser reconhecido pela qualidade do meu trabalho. As pessoas que me conhecem sabem que eu sou uma pessoa de bem. Embora eu saiba que eu não tenha causado nenhum constrangimento, não gostaria que a imagem da minha cidade fosse vista dessa forma. Eu sou um cara coerente que não quis ofender ninguém", declarou na ocasião.
Polícia investiga caso
A Polícia Civil instaurou um procedimento nesta quarta para apurar se houve crime de ato obsceno na praia do Recreio durante a gravação das cenas. A 42ª DP (Recreio) ficou responsável pela investigação.
De acordo coma  polícia, "as investigações estão em andamento e serão intimados para depor os atores envolvidos e representantes da produtora".
Fonte: G1