Bosque Josué Monteiro Rocha tem 400 metros de trilha preservados dentro de uma área militar em Caxias (Foto: Reprodução/TV Mirante)Bosque Josué Monteiro Rocha tem 400 metros de trilha preservados dentro de uma área militar em Caxias (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Bosque foi batizado de Josué Monteiro Rocha em homenagem a um militar.
Alunos de escolas públicas aprendem lições de educação ambiental.

Do G1 MA, com informações da TV Mirante

A Polícia Militar do município de Caxias, a 360 km de São Luís, criou um bosque no meio da sede da PM com o intuito de aproximar os policiais com a comunidade. Além disso, no local ocorrem atividades voltadas para a educação ambiental e que tem como público alvo alunos de escolas públicas.
Segundo o cabo Rodolfo Oliveira, o Bosque Josué Monteiro Rocha, uma homenagem a um sargento da corporação, será utilizado, principalmente, para mostrar as crianças como é a vida de um militar.
“A ideia do bosque em homenagem ao sargento Josué é justamente trazer, tirar as crianças do ambiente de sala de aula. É um ambiente onde os instrutores do Proerd trabalham e trazem os alunos para o ambiente do quartel”, explicou o cabo Rodolfo Oliveira.
O bosque tem 400 metros de trilha preservados dentro de uma área militar. Uma vez por semana a comunidade escolar vai poder visitar o espaço para ter aulas de cidadania e meio ambiente.
O comandante da PM de Caxias, tenente coronel Luis Fernandes, afirma que a área onde está situado o bosque era considerada sem uso e ele foi criado para atender as necessidades dos alunos do município de Caxias.
“Era uma área obsoleta. Nós urbanizamos o bosque e com a ideia dos componentes reunimos os companheiros do Geap e Proerd para que a gente destinasse o espaço para a comunidade escolar”, revelou o comandante da PM de Caxias.

A estudante de apenas 10 anos, Ketelleya Neyssa, diz que foi muito importante ter conhecido o bosque e aprendido lições de cidadania. “Eu gostei muito de vir para cá porque eles estão ensinando e nós estamos aprendendo. Eles estão ensinando a gente a jogar o lixo no lixo e isso é muito importante”, finalizou.
Fonte: G1 Ma