Objetivo é evitar acidentes e fiscalizar motoristas nas estradas federais.
‘Operação Férias’ ocorrerá durante todo o mês de julho.

Do G1 MA

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está realizando a “Operação Férias” que tem como objetivo evitar acidentes e fiscalizar motoristas que utilizam as estradas federais no Maranhão. Em Caxias, a 360 km de São Luís, a operação foi intensificada para coibir a imprudência dos usuários que trafegam pela região durante o período de férias.

O mês de julho, considerado como “Período de Descanso” é aproveitado por muitas famílias para viajar e para tanto é necessário tomar os devidos cuidados para garantir segurança e tornar as férias um momento de bem-estar.

A família da gerente de vendas, Aline Lima, que saiu do Pará com destino para Fortaleza, informaram que para realizar a viagem foi necessário encaminhar o veículo para a revisão e que o uso do cinto de segurança já faz parte da rotina da família. “A gente faz a revisão. Foi feito essa semana e mesmo dentro da cidade a gente sempre procura andar de cinto de segurança, inclusive, ele tem o hábito de entrar no carro e colocar o cinto”, disse.

Em frente ao posto da PRF do município, no trecho da BR 316, os agentes aproveitam o momento da fiscalização para sensibilizar os motoristas sobre a importância de usar o cinto de segurança para evitar tragédias e avisaram sobre a nova resolução sobre o uso de farol baixo nas rodovias. Foi o que explicou um dos policiais rodoviário.

“O uso do farol baixo nas rodovias, que é uma resolução recente vai iniciar a partir do dia 08 para a fiscalização, mas a gente já está dando as orientações de modo educativo e preventivo para as pessoas já irem se adaptando”, explicou um dos policiais da PRF.

Durante todo o mês de julho a “Operação Férias” da PRF deverá intensificar as fiscalizações nas rodovias federais que fazem parte do Maranhão. Vale lembrar que a partir da próxima sexta-feira (08) os motoristas que forem flagrados com o farol apagado durante o dia nas rodovias federais poderão ser multados.