Dr. Pessoa (PSD)Imagem: Lucas Dias/GP1

De acordo com o deputado, o proprietário do instituto foi preso recentemente pela Polícia Federal na Operação Attalea.
O pré-candidato a prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, repudiou, na tarde desta quinta-feira, 30, pesquisa eleitoral feita pelo Instituto Escutec, divulgada pelo Jornal Meio Norte e veiculada na TV Meio Norte e em outros meios de comunicação.
Segundo a nota da assessoria de comunicação do pré- candidato, “o Instituto de Pesquisa ESCUTEC é um velho conhecido da Justiça Eleitoral e consequentemente da Polícia Federal pelos seus rastros e históricos de crimes praticados em pesquisas com dados fraudados no Estado do Maranhão”.
A nota afirma que o Instituto já foi, inclusive, citado no Fantástico, da Rede Globo de Televisão, no quadro “CADÊ O DINHEIRO QUE ESTAVA AQUI?”
Segundo a assessoria do Dr. Pessoa “o Escutec é o mesmo que responde uma ação da Ordem dos Advogados do Maranhão, que buscou via judicial que o mesmo fosse proibido de atuar no vizinho estado devido suas práticas nada republicanas”.
No final, a nota pergunta se é possível acreditar num Instituto de Pesquisa “envolvido em tantas maracutaias?” e revela que o proprietário, Antônio José Fernando Batista Vieira, foi preso recentemente pela Polícia Federal na Operação Attalea.
O PSD Municipal de Teresina, de acordo com assessoria do pré-candidato, vai à Justiça Eleitoral do Estado Piauí “pedir a imediata Impugnação dos números divulgados da suspeita pesquisa. Principalmente, informações ora divulgadas via rede social, com dados de intenção e rejeição de votos para prefeito, inclusive usando de forma indevida, criminosa e fraudulenta. E que seja proibido a atuação desse investigado ESCUTEC em nossa capital. Ainda será pedido que todos os envolvidos sejam responsabilizados criminalmente”, frisou.
“Estamos vigilantes a esse de tipo de crime no que tange às pesquisas eleitorais. O Nosso partido está acompanhando bem de perto e não vamos suportar essa maneira fraudulenta e criminosa de querer induzir os homens e mulheres de Teresina à erros”, repudiou o Dr. Pessoa, Presidente do Diretório Municipal do PSD e pré-candidato a prefeito por Teresina.