Jovem desapareceu há mais de um mês após ser acusado de estuprar sua própria enteada  (Foto: Arquivo Pessoal)Jovem desapareceu há mais de um mês após ser acusado de estuprar sua própria enteada (Foto: Arquivo Pessoal)

Suspeito desapareceu após ser acusado de estuprar menina de oito anos.
Pai afirma ter esperanças de encontrá-lo vivo.

Do G1 Santos
O suspeito de estuprar uma criança de oito anos em Santos, no litoral de São Paulo, está desaparecido desde o dia 10 de maio deste ano e uma investigação preliminar da Polícia indica que ele tenha sido vítima de criminosos no bairro Areia Branca, na Zona Noroeste da cidade. OG1 localizou o pai de Fabiano Carneiro de Miranda, de 28 anos, que disse estar angustiado sem notícias do filho e pede ajuda para que o caso seja esclarecido.
O pai de Fabiano, Horácio Neves de Miranda Neto, que vive na cidade de Campo Mourão, no Paraná, defende o filho e acredita que ele não tenha cometido o crime contra a enteada. Antes de desaparecer, no entanto, ele já havia contado ao pai que estava sendo acusado pela companheira, mas era inocente.
Caso de rapaz desaparecido chegou a polícia por meio de denúncia anônima (Foto: Arquivo Pessoal)Caso de rapaz desaparecido chegou a polícia por
meio de denúncia anônima (Foto: Arquivo Pessoal)
“Vivo preocupado, com um nó na garganta. Ele era um bom menino, sempre educado e trabalhador, tudo é muito estranho. Mas, de qualquer forma, gostaria de acabar com essa angústia de não saber o que aconteceu ou onde está meu menino”, lamenta.
Horácio revelou ainda que o filho teve um desentendimento com sua companheira após ser acusado de estuprar sua enteada - com quem morava há três anos. Após a discussão, Fabiano saiu de casa e nunca mais foi visto.
“Meu filho me ligava todos os dias, já tinha me contado que estava sendo acusado, mas disse que não devia nada para ninguém. Por pior que ele seja, prefiro meu filho preso, do que morto”, desabafa.
Apesar de Fabiano estar desaparecido há um mês e meio, seu pai ainda tem esperanças de encontrá-lo vivo. “Tenho muito amor por ele, não quero parar de acreditar, mas isso é muito angustiante. Não sei como ajudá-lo, já pensei em ir para Santos, mas não sei andar nessa cidade”.
Polícia
De acordo com informações do delegado Marcos Alexandre Alfino e o investigador Luiz Avila, do 5º Distrito Policial de Santos, o caso chegou por meio de denúncia anônima e informava que o rapaz havia sido sequestrado e esquartejado por criminosos, que agem por meio de um 'tribunal do crime', onde a organização criminosa faz suas próprias leis e condenações.
A denúncia anônima afirmava ainda que seu corpo estaria na comunidade do Mangue Seco. A mãe da vítima, que não teve seu nome divulgado, afirmou à polícia que 'desconfiava que seu companheiro tivesse abusado de sua filha', porém, negou que tenha planejado a morte do homem.
A mulher não registrou nenhum boletim de ocorrência contra seu companheiro até o momento que a Polícia Civil a procurou. Após perícia, constatou-se que a criança realmente sofreu abuso, mas a autoria do crime não foi confirmada.
Ocorrência foi encaminhada ao 5º DP de Santos (Foto: Guilherme Lucio da Rocha/G1)Ocorrência foi encaminhada ao 5º DP de Santos (Foto: Guilherme Lucio da Rocha/G1)
Fonte: G1