Uma jovem foi queimada viva por ter se casado sem a permissão dos pais nesta quarta-feira (8) no Paquistão. A própria mãe de Zeenat Bibi, de 17 anos, envolveu a filha em querosene e ateou fogo a ela. O caso aconteceu na casa da família na cidade oriental de Lahore, informou o porta-voz da polícia local. É o segundo caso do tipo em duas semanas no país. 

O caso aconteceu uma semana após o casamento da jovem. De acordo com um porta-voz, a família pediu à vítima que voltasse para casa após fugir com o marido para se casar. Quando ela retornou, foi morta. O marido da jovem contou à polícia que vários familiares seguravam a garota enquanto sua mãe jogava combustível e ateava fogo. 

Na última semana, uma professora de 19 anos foi torturada e queimada viva por um grupo de homens na cidade de Murree, próxima à capital do país. Ela teria rejeitado uma proposta matrimonial do filho do dono da escola onde trabalhava. A jovem faleceu dois dias após as agressões em decorrência dos ferimentos, disse o porta-voz policial da cidade. 

IG