Vereador Fábio Gentil


E continua o drama dos prestadores de serviço do transporte escolar na zona rural de Caxias.

O atraso nos pagamentos desses prestadores de serviço já se tornou um problema crônico na cidade, tornando a vida desses pequenos empresários um dos lados mais perversos da atual administração.

O assunto foi levado à Câmara Municipal pelo vereador Fábio Gentil na sessão desta segunda-feira, 23. “Essa história de que o prefeito paga em dia é apenas um factóide, pois eu ando em toda a zona rural e estou afirmando que muitas das escolas pararam suas atividades por falta de pagamento do transporte escolar e as crianças estão sem aula”, revelou Fábio Gentil que não encontrou nenhum vereador aliado para contestar sua grave denúncia.

De acordo com Fábio Gentil, os desmandos em Caxias acontecem porque falta amor do gestor pela cidade. “Pra se administrar um município não precisa ter PHD, Doutorado, não. Se você tiver amor pelo município, pelo seu povo, pelas crianças, você consegue trabalhar, pois quem ama faz e faz bem feito”, continuou Fábio Gentil.


Os prestadores de serviço do transporte escolar em Caxias são quase todos eles cabos eleitorais dos vereadores governistas. Os contratos na área, apesar de passarem por um processo de licitação duvidoso, são obtidos mediante indicação política, onde são os vereadores aliados que selecionam as melhores rotas e as distribuem com seus cabos eleitorais.

Apesar do apadrinhamento político no setor, os governistas pouco ou nada fazem pelos seus correligionários, que passam um sufoco eterno para garantir combustível e peças de reposição para os veículos.

Assim como a saúde, a educação de Caxias também passa por situação de calamidade.

E talvez seja por isso que os vereadores da base não se animaram para defender o governo da denúncia de Fábio Gentil.

Defender o governo Léo Coutinho está ficando cada vez mais difícil...

Fonte: Blog do Sabá