Camila Santos Nascimento, 18 anos, foi presa na Fazenda Boi Bom, zona rural do município de Itapetinga, no Sudoeste da Bahia, após confessar ter assassinado o próprio filho de apenas um mês de vida. De acordo com investigações, o bebê foi morto com uma facada no peito esquerdo na tarde da última quinta-feira (26).

O corpo de Adriano dos Santos foi encontrado dentro de um berço no interior de um dos quartos da residência e apresentava perfuração de aproximadamente 15 cm de profundidade no peito. Tecidos com manchas de sangue foram encontrados no local.

Enquanto a perícia estava sendo realizada, um investigador da Polícia Civil começou a ouvir moradores da localidade, inclusive os pais da criança, e logo descobriu que a faca utilizada no delito havia sido dispensada no quintal do imóvel.

O pai da criança estava no trabalho quando foi informado por outro funcionário da fazenda sobre o ocorrido Já a mãe do bebê, disse aos policiais que estava na casa de uma vizinha e que ao retornar para sua residência se deparou com janelas e portas abertas. No quarto, estava o pequeno Adriano esfaqueado e todo sujo de sangue.

Depois de confrontada algumas informações, Camila confessou o crime e disse e revelou o ciúmes como motivo. Ela revelou que, após o nascimento da criança, ninguém estava lhe dando atenção, principalmente a família de seu esposo. “Sentir ciúmes e fiz isso com ele”, disse Camila, em conversa com o site Itapetinga Repórter.

Depois de prestar depoimento, a vizinha e o esposo da acusada foram liberados da delegacia, entretanto, Camila segue presa à disposição da justiça.

iCaxias com informações E-bahia