Secretário Adelmo Soares na solenidade de entrega de certificado de capacitação no CAR aos técnicos do Sistema SAF


Vinte e um técnicos do Mais IDH das regionais de Caxias, Aldeias Altas, Afonso Cunha e São João do Sóter, técnicos da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp) e do Instituto de Colonização de Terras do Maranhão (Iterma) foram certificados para executar o Cadastro Ambiental Rural (CAR), e beneficiar agricultores familiares, comunidades e povos tradicionais. O evento aconteceu no sábado (9).

O CAR é uma ferramenta utilizada para auxiliar o processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais. O curso tem o objetivo de formar facilitadores para que imóveis rurais sejam inscritos no CAR dando início às ações do fomento do projeto “Sustentabilidade no Campo para a Agricultura Familiar do Maranhão”.

A capacitação teve duração de quatro dias, divididos em aulas teóricas e práticas. Como forma de treinamento e realização do cadastro, as aulas práticas foram realizadas em áreas quilombolas e assentamentos estaduais.



Segundo David Gonçalves, que ministrou o curso, o trabalho possibilita que os técnicos capacitados façam o levantamento de informações georreferenciadas do imóvel, com delimitação das Áreas de Proteção Permanente (APP), Reserva Legal (RL), remanescentes de vegetação nativa, área rural consolidada, área de interesse social e de utilidade pública.

Segundo o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, o objetivo do Sistema SAF (composto pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar - SAF, Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural - Agerp e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão - Iterma) é capacitar para transformar e atender as comunidades rurais do Estado.

“Com o Cadastro Ambiental Rural o produtor poderá ter acesso a diversos benefícios como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) Grupo “B”, que é uma linha de microcrédito rural voltada para produção e geração de renda das famílias agricultoras de mais baixa renda do meio rural. São atendidas famílias agricultoras, pescadoras, extrativistas, ribeirinhas, quilombolas e indígenas que desenvolvam atividades produtivas no meio rural”, afirmou o secretário.

A capacitação iniciou pelo município de Caxias e a partir desta terça-feira (12) até sábado (16), as capacitações serão no município de Viana, no Território de Campos e Lagos, abrangendo a Regional de Viana, Cajari, Pinheiro, Pedro do Rosário, Bacabal, Conceição do Lago Açu e Marajá do Sena.