Uma equipe de médicos e especialistas está estudando que tipo de tratamento deverá ser feito com o jovem no sentido de coibir este problema. É uma doença que causa lesões em forma de verrugas e deixam a pele bastante semelhante a raízes de uma árvore.

O rapaz que é também apelidado de "homem-árvore" está no Hospital e Colégio Médico de Daca e a Dra. Samanta Lal Sen, chefe do Instituto Nacional de Queimaduras e Cirurgia Plástica foi quem fez o anúncio oficial sobre este caso.

Foi encontrado também um outro caso semelhante ao de Abul, um indonésio de nome Dede Koswara. De acordo com informação dos especialistas, o "homem-árvore original" teve 95% das verrugas removidas, no entanto elas voltaram a crescer novamente alguns dias depois. Hoje ele faz parte de um circo e utiliza a doença como fonte de renda, sendo uma atração a parte aos expectadores que assistem aos seus espetáculos.

Enquanto isso, o "novo homem-árvore", Abul, segue em tratamento na cidade de Daca, onde os médicos estão otimistas que encontrarão uma solução para o problema.

Fonte: Mundo Curioso