Deputado Alexandre Almeida (PSD) foi recentemente denunciado no ministério público estadual por usar assessores(José Alves de Oliveira Neto) vinculados ao seu gabinete para fazer suposto CAIXA 2 de campanha eleitoral.


Pois segundo o denunciante, Hosaias Desiderio, os mencionados ''assessores'' nunca prestaram um dia de serviço na assembleia legislativa do maranhão, apesar de receberem mensalmente, cada um a quantia média de R$ 15.000,00 (quinze mil reais), além disso, os citados assessores pertencem a mesma família (pai, mãe e filha).

Vale ressaltar que da denúncia consta que os mencionados ''assessores'' do deputado Alexandre teriam doado para sua campanha de reeleição aproximadamente a quantia R$ 40.000,00 (quarenta mil reais).

Entenda o caso de acordo com a denúncia. 


Ainda de acordo com a denúncia, o Deputado teria utilizado novamente o seu ''assessor parlamentar'', José Alves de Oliveira Neto ( na foto abaixo ao seu lado ), dessa vez para comandar um esquema ainda maior, por meio de uma empresa de fachada, denominada de HAABY CONSTRUÇÕES LTDA, que era administrada por Oliveira Neto e posteriormente por sua filha Bárbara Haaby, e teria sodo contratada inicialmente por R$ 300.000,00 ( trezentos mil reais) para prestar serviço de manutenção no hospital Alarico Pacheco e na UPA de Timon, que ainda de acordo com o denunciante, a mesma só existe no papel.

Hosaías Desidério denuncia o Deputado Alexandre Almeida por indícios de ocorrência de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e peculato


Junto com a denúncia, Hosaias anexou diversos documentos que comprovariam os ilícitos, onde Hosaias diz que "além de um vídeo que deixa evidenciado que o Deputado Alexandre Almeida comandava todo esquema fraudulento junto a Upa de Timon. A denuncia está sendo devidamente apurada pelo órgão ministerial, vez que são fortes os indícios de ocorrência de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e peculato", finalizou o denunciante.

OUÇA NESTE VÍDEO ABAIXO:

video