Deputado Estadual Alexandre Almeida se defende de acusações feitas a ele no MP. 


O Deputado Estadual Alexandre Almeida citado pelo blog na matéria MARANHÃO: "Deputado Alexandre Almeida usa uma família inteira para lavar dinheiro", afirma empresário em denúncia no MP, veiculada nesta quinta-feira (14) , contactou o titular deste veículo de comunicação para pedir direito de resposta.
Na sua missiva, o parlamentar classifica o conteúdo da matéria como injusto e ofensivo. O Deputado também cita o denunciante Hosaias Desiderio,  que segundo ele, teria impetrado ação na Justiça do Piauí contra o mesmo.

Alexandre Almeida faz ilações, acreditando que as denuncias envolvendo seu nome é devido a corrida sucessória da Prefeitura de Timon, a qual o parlamentar é pretenso candidato e estaria liderando as pesquisa de intenção de votos
Ao titular do blog, o próprio parlamentar chegou a fazer ameaças (via WhatsApp), de entrar na Justiça caso não publicasse o Direito de Resposta com brevidade, esquecendo que o mesmo é amparado pela Lei 13.188/15, que regula o direito de resposta e no seu artigo 3º estabelece que a retratação poderá ser feita em até 60 dias conforme leitura à baixo.

Art. 3o  O direito de resposta ou retificação deve ser exercido no prazo decadencial de 60 (sessenta) dias, contado da data de cada divulgação, publicação ou transmissão da matéria ofensiva, mediante correspondência com aviso de recebimento encaminhada diretamente ao veículo de comunicação social ou, inexistindo pessoa jurídica constituída, a quem por ele responda, independentemente de quem seja o responsável intelectual pelo agravo.

O Blog os Dois Lados da Moeda não se omite e nunca deixará de preservar o direito de qualquer cidadão que tenha seu nome citado em nossas publicações e que se ache no direito de fazê-lo.
No entanto, o Blog também deixa claro aos leitores que a imparcialidade é premissa de uma boa conduta da impressa e que em nenhum momento faz campanha difamatória contra órgão ou pessoas, sendo também necessárias as ponderações daqueles que se acham acima da Lei.
Abaixo o material enviado pela Assessoria de Comunicação do Deputado Alexandre Almeida via whatsApp

"Sobre o áudio que diz ser um dos pilares de sua denúncia, esclareço que o mesmo foi criado na eleição de 2012, quando fui candidato a prefeito em TIMON. Na oportunidade, eu mesmo o encaminhei ao Ministério Público estadual, à Polícia Federal e à Corregedoria da Assembleia, que após análise, reconheceram ser uma montagem grosseira, e por conta disso, os autores respondem criminalmente por isso.
Quanto a José Alves de Oliveira Neto, é sabido por todos que trata-se de um assessor que trabalha comigo em Timon, sendo mais uma calúnia e injustiça dizer que o mesmo é “servidor fantasma”.
Sobre as doações feitas pelas pessoas jurídicas e físicas à minha campanha eleitoral de 2014, todas foram feitas de acordo com a lei, tanto que minha prestação de contas foi aprovada pelo TRE-MA",finalizou o Deputado.