O deputado estadual Wellington do Curso (PP), durante mais um pronunciamento em defesa da educação,
utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para destacar o Dia Nacional do Livro Infantil, comemorado nesta segunda-feira (18), e enfatizar proposições que almejam melhorias no sistema educacional do Maranhão.
Ao se pronunciar, o parlamentar, que também é membro da Comissão de Educação da Assembleia,
fez referência ao projeto, de sua autoria, protocolado na tarde de hoje, que institui a Semana Estadual de Doação de Livros.
"A Semana Estadual de Doação de Livros tem por principal objetivo a realização de ações que sensibilizem a sociedade e o governo para a valorização do livro e da literatura no imaginário coletivo, fomentando a doação como um meio de se enfatizar a leitura dos que, por hipossuficiência, não tenham acesso a estes instrumentos que são agentes transformadores das realidades", afirmou.
Outro projeto do deputado Wellington, também apresentado à Mesa Diretora, dispõe sobre a acessibilidade em formato digital dos livros técnicos e didáticos de níveis  fundamental, médio e superior para pessoas com deficiência visual.
"O que nós podemos deixar para a posteridade é a nossa atenção à educação e aos jovens. A educação é a única forma de transformar a sociedade e a vida das pessoas, de dar oportunidades iguais a todos e contribuir para que as nossas crianças, adolescentes e jovens possam ter a oportunidade de conquistar um espaço na sociedade com dignidade", declarou Wellington.
OUTRAS PROPOSIÇÕES DO DEPUTADO RELACIONADAS À EDUCAÇÃO:
– Farol da Educação:
Foi apresentada no dia 27 de fevereiro de 2015 a Indicação 105/2015, de autoria do deputado Wellington do Curso, que solicita a revitalização e ampliação da Rede de Faróis da Educação, objetivando a dinamização das bibliotecas e incentivo à leitura.
– Livros de qualidade para alunos de escolas pública:
Foi apresentada, também, no dia 27 de fevereiro, a Indicação 104/2015 que solicita providências a fim de garantir o cumprimento do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) na escolha dos livros didáticos das escolas estaduais o que, segundo o parlamentar, proporcionaria uma educação igualitária no tocante ao material básico
– Ensino da Literatura Maranhense em escolas públicas:
A PEC 09/2015 foi apresentada no dia 14 de julho de 2015 e acrescenta-se o §º2º ao Art.221 da Constituição do Estado do Maranhão, tornando obrigatório nas escolas públicas e particulares o ensino da literatura maranhense. O objetivo é fomentar o ensino literário local e, ainda, valorizar e divulgar as inúmeras obras de autores maranhenses, ressaltando a cultura e aspectos peculiares do Estado.