Da esquerda para direita, a superintendente da SAF, Loroana Santana; o secretário da SAF, 
Adelmo Soares; o secretário Nacional da Agricultura Familiar (SAF/MDA), Onaur Ruano; o
 presidente da Agerp, Júlio César Mendonça; e o diretor de Assistência Técnica, Pedro Pascoal

Representantes do Sistema de Agricultura Familiar, composto pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp) e Instituto de Colonização e Terras (Iterma), estiveram reunidos, nos dias 25 e 26 de fevereiro, com representantes de ministérios em Brasília para discutir contratos e parcerias para o Maranhão.

Em encontro com o secretário Nacional de Agricultura Familiar do Ministério de Desenvolvimento Agrário (SAF/MDA), Onaur Ruano, os representantes do Sistema SAF debateram sobre o Acordo de Cooperação Técnica de Campos e Lagos, ações para o Baixo Parnaíba e o Pacto Federativo. Também foi discutido o fomento para projetos produtivos do Acordo de Cooperação Técnica de Campos e Lagos.

No Ministério de Meio Ambiente (MMA) foi discutida parceria para execução do programa Bolsa Verde, que tem como objetivo incentivar a conservação dos ecossistemas, promover a cidadania e elevar a renda de populações rurais. O MMA sinalizou que a parceria será um espaço para ampliar políticas públicas no Maranhão e o programa Bolsa Verde será o ponto de partida. Foi discutido ainda o programa Água Doce, que visa o acesso à água de boa qualidade por meio de sistemas de dessalinização.

Outro eixo importante para o desenvolvimento da agricultura familiar no Maranhão é a comercialização. O assunto foi dialogado em Brasília com representantes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que tem um grande interesse em ampliar a comercialização no Maranhão por meio de programas como o PAA, além da capacitação de técnicos do Plano Mais IDH direcionados para este tema.

O secretário da SAF, Adelmo Soares, presente na reunião, destacou a parceria com o Governo Federal para a execução dos contratos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) da Agerp e do Plano Mais IDH. O Governo Federal, por meio do MDS, firmou um acordo de cooperação técnica com a liberação de R$ 20 milhões para ampliar o número de famílias beneficiadas.

Muito bom receber elogios pelo trabalho que o Governo do Estado está desenvolvendo no Maranhão. O governador Flávio Dino está buscando incluir o estado nas principais políticas públicas do Governo Federal e estamos no caminho certo”, ressaltou o secretário Adelmo Soares.

O presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, destacou a importância de reunir com os ministérios em Brasília para dar continuidade às ações que o Governo do Estado tem desenvolvido para ampliar a assistência técnica no Maranhão. “O Maranhão está sendo visto com bons olhos com grandes possibilidades de ampliar e fortalecer as parcerias”, afirmou.

De acordo com o diretor de Ater da Agerp, Pedro Pascoal, um mutirão será realizado em parceria com MDA/MDS/MMA e Conab para emitir documentos pessoais, CAR, DAP, nos 30 municípios do Plano Mais IDH. “O Maranhão está com uma credibilidade muito grande nos Ministérios para captar investimentos, isso se deve a nova maneira de governar focando no setor primário. O Governo Federal está apoiando o Estado para buscar ações de políticas públicas voltadas para o agricultor familiar”, destacou Pedro Pascoal.


Fonte: Sabá