Equipe de fiscalização do Procon verificando atendimento bancário (Foto: Procon-MA)Equipe de fiscalização do Procon verificando atendimento bancário (Foto: Procon-MA)

Órgão realizou operações entre 29 de fevereiro e 8 de março.
Itaú e Bradesco foram autuados por falta de cabines e excesso de espera.

Do G1 MA
O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão (Procon/MA) autuou, durante operação realizada entre os dias 29 de fevereiro e 8 de março, de agências bancárias das cidades de Caxias (MA) e Codó (MA).
Em Codó, os bancos Itaú e Bradesco foram autuados por falta de cabines nos guichês. A agência Bradesco no município ainda infringiu a Lei Estadual 7.806/2002, que estabelece 30 minutos como o tempo máximo de espera nos caixas convencionais. Também não forneceu indicação de atendimento preferencial nos terminais de autoatendimento e expôs os consumidores a ambiente insalubre, com o aparelho de ar-condicionado desligado.
Em Caxias, a agência do Bradesco foi autuada por violar a Lei Estadual 7.806/2002. Além disso, foi notificada por outras irregularidades, como ausência do Código de Defesa do Consumidor disponível ao acesso do público, caixas eletrônicos indisponíveis para saque e ausência de divisórias entre os caixas.
“Os bancos são autuados e terão duas alternativas: ou investem na melhoria e expansão do serviço, contratando mais funcionários e expandindo a estrutura da agência ou, a cada semana, terão que pagar novas multas em razão do desrespeito ao cidadão maranhense”, avisa o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior.
Os bancos Itaú e Bradesco têm até 10 dias para apresentar defesa. As unidades financeiras estarão sujeitas à instauração de processo administrativo, bem como ao eventual crime de desobediência, nos termos dos Artigos 55 e 56 do Código de Defesa do Consumidor, e do Artigo 330 do Código Penal.
Operação
A ação dos Procon/MA junto às unidades financeiras segue o programa permanente de humanização do serviço bancário no Maranhão. Somente em 2015, a fiscalização alcançou 27 municípios, instaurando 188 processos em decorrência de 207 autuações. Entre janeiro e fevereiro deste ano, já foram realizadas 147 autuações, atingindo 18 municípios de todo o Estado.
Fonte: G1 Ma