Vereadores Fábio Gentil e Mário Assunção proporcionam embates políticos acirrados em prol do jogo oposição e governo.


Se por um "lado", os vereadores GOVERNISTAS estão conhecidos nos quatro cantos da cidade como vereadores "amém", babões de Prefeito, puxa-sacos, subservientes, xiiii, haja adjetivos que configuram em um só giro de 360º para descobrir outros termos que é bom nem citar aqui nesta postagem, pois pode causar indigestão em muitos bolsos cheios de muita "laranja" para descascar nas "merendas" licitatórias da vida. Afinal, situacionistas estes, defendem uma frase bem conhecida, "quem está dentro quer ficar".

Mas, se na ala situacionista está o "ó do borogodó", no outro lado da moeda, a vereança de OPOSIÇÃO, se é que podemos chamar de oposição, pois esta, vive de uma forma suspeita, devido alguns posicionamentos de edis que mais parecem atores de novela, visando apenas os "olhos gordos" à Prefeitura de Caxias. Almejar um Poder Público Municipal é um direito de todo cidadão brasileiro, assim como um cidadão caxiense, porém, quando um determinado grupo vive apenas de críticas destrutivas, tornando-se uma torcida do QUANTO PIOR MELHOR, fica claro que não passaria de apenas um jogo político de "quem está fora quer entrar."

Na sessão da Câmara Municipal de Caxias desta quarta-feira(14), ninguém conseguiu entender o discurso do Vereador Mário Assunção, quando o mesmo citou a denúncia de um leitor deste blog, referente a uma cobrança de uma taxa cobrada pelo administrador do balneário Veneza aos ônibus que fizeram excursão no dia das crianças naquele complexo turístico.

A cobrança do líder do governo teria suado para os bastidores de plantão, como um almejo do edil, em um possível interesse em "comer a boia" do atual administrador Zé Mário Jr. Pois em um passado não muito distante, os nossos leitores lembram quando Mário Assunção queria colocar "palavra na boca" da presidente da Câmara, quando o mesmo dizia que Ana Lúcia poderia GALGAR VOOS MAIS ALTOS, achando a "crionça", que Ana Lúcia tinha interesse em alguma pasta no Governo do Estado, mas Ana de X, teria pressentido que MA queria mesmo era tomar o seu lugar e tratou logo de dar um chega pra lá no ambicioso.

Outra situação que intriga até mesmo os menos esclarecidos, ou melhor, leigos, é a situação e o posicionamento contrário de outrora em que vive os vereadores "volúveis" Fábio Gentil e Catulé. O leitor do blog lembra de alguma cobrança dura ou crítica construtiva ou destrutiva nos 8 anos do Governo Humberto Coutinho?


Vereadores Jerônimo, Fábio Gentil, Catulé e Mário Assunção formam o quarteto de "gladiadores verbais" entre governo e oposição(VETERANOS X NOVATOS) em busca de poder.


Pois bem, porque só agora que Fábio e Catulé vieram enxergar os problemas da cidade?. Sendo que todo caxiense e os próprios legisladores oposicionistas e governistas sabem muito bem, que a ordem final vem do GRANDÃO.


Resumindo, "não fazem mais vereadores como antigamente..."

Quinta(15/10) às 02:49hs


Fonte e Redação: Análio Júnior(MTE: 0001413/MA)