Em encontro realizado no auditório do Palácio Henrique de La Rocque em São Luís, no último dia 8 de dezembro, a convite do governador em exercício Carlos Brandão, o prefeito de Aldeias Altas, Dr. Tinoco participou do lançamento do Plano Emergencial de Enfrentamento às doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti no Maranhão, que foi comandado pelo Ministro da Saúde, Marcelo Castro.
Outro ponto importante da visita do Ministro da Saúde, foi a apresentação do Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia que visa intensificar as ações de combate ao mosquito. Segundo dados, só no Maranhão já foram notificados até o momento, 105 casos de microcefalia distribuídos em 48 municípios, desde o início do surto na região Nordeste, no segundo semestre de 2015.
Preocupado com os casos da doença no Estado, o governador em exercício, também lançou o Plano Estadual de Combate ao Aedes aegypti e de Maior Assistência à Saúde aos Doentes de Dengue, Zika e Febre Chikungunya.
Para o prefeito Dr. Tinoco, a participação no lançamento do Plano foi de uma importância significativa, e tendo o Ministro da Saúde a frente desse enfrentamento, melhor ainda. “Saio desse encontro com a certeza de que, tanto o Governo Federal quanto o Estado, estão preocupados em erradicar o mosquito em nosso País. Os Planos apresentados mostram com clareza que só vai funcionar se todos estiverem unidos nesse combate. O Governo Federal, Estado e municípios irão fazer a sua parte, basta agora a população também entrar nessa guerra contra o Aedes” enfatizou Dr. Tinoco.
O gestor municipal também lembrou que a Prefeitura de Aldeias Altas já vem fazendo esse trabalho de combate ao mosquito, com todas as equipes de Endemias intensificando as visitas domiciliares e identificando locais onde possa haver criadouros do Aedes.

Dados da Secretária de Saúde do Estado
Números
Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (SES), o número de casos de dengue no Maranhão subiu de 3.527 em 2014 para mais de sete mil e 600 em 2015.
Zika vírus teve 3.070 notificações no ano passado e, a febre Chikungunya, 230.
Dos 105 casos de microcefalia no Estado, 34 foram de bebês de mães com suspeita de Zika vírus durante a gravidez. A doença já é considerada um surto no Maranhão.


ASCOM: Aldeias Altas - MA