Transcrevo abaixo relato emocionante (e, ao mesmo tempo, chocante) sobre a situação desesperadora em que se encontra o garoto Emanoel Pereira da Silva, de 15 anos, natural de Parnarama.

Ele é portador de uma doença rara, a Epidermólise Bolhosa – que, por falta de tratamento, evoluiu para um câncer de pele.

Nas mensagens, a súplica da família para que o garotinho consiga uma internação no Hospital Geral, em São Luís, e assim receba o tratamento adequado para, pelo menos, amenizar suas dores já que a doença não tem cura.

Fica aqui o apelo para que a Secretaria de Estado da Saúde (SES) providencie atendimento à criança.

“Esse garotinho tem 15 anos, mora em Parnarama do Maranhão. Sofre de uma doença genética e incurável chamada Epidermólise Bolhosa, e por nunca ter recebido assistência médica necessária tem também câncer de pele. Já teve uma perna amputada e há duas semanas perdeu o pé por causa do câncer.

Eu conheço Emanoel através de uma foto que divulgaram dele pedindo ajuda. Entrei em contato, cheguei até a família, fui impactada com a situação que vi: uma criança em carne viva, uma ferida só, da cabeça aos pés.

Começou aí a minha luta pela vida de Emanoel. Procurei a Secretaria de Saúde do Estado, Assembleia Legislativa e agora a Justiça. E nada resolvido.

Emanoel está muito mal, precisa ser internado com urgência no Hospital Geral, que tem o principal tratamento que ele precisa, que são os curativos por nome ‘Mepilex’. Ele está sobrevivendo de doações”

Blog do Gilberto Leda com edição do iCaxias