Divulgado retrato falado de suspeito de tentativa de estupro em São Luís (Foto: Divulgação / SSPMA)Três retratos falados do suspeito foram divulgados na tentativa de solucionar crime (Foto:SSPMA)

Três retratos do mesmo suspeito foram feitos e divulgados pela Polícia. 
Ataque aconteceu no dia 13 de janeiro no bairro do Cohatrac.

Do G1 MA


A polícia divulgou na noite desta segunda-feira (19) três retratos falados do homem suspeito de tentar estuprar uma criança no bairro Cohatrac, em São Luís. O homem descrito pela vítima é moreno, aparenta ter 25 anos e aproximadamente 1,75m de altura. Os retratos falados, que parecem fotos, foram feitos com base no depoimento da menor e de outras testemunhas. 

Além das características físicas dele coincidirem nos depoimentos (tatuagens, marcas de brincos, altura e cor da pele), a bicicleta usada é do mesmo modelo e cor. Imagens da câmera de vídeo monitoramento não possuíam qualidade suficiente para identificar o suspeito. O ataque aconteceu quando a vítima estava indo comprar um galeto na última quarta-feira (13).

Segundo a polícia, a jovem foi encontrada no começo da noite do mesmo dia no bairro Cohabiano depois que uma mulher a reconheceu de anúncios divulgados pela família nas redes sociais. A jovem foi submetida a exames O resultado dos laudos que comprovam se a criança sofreu algum tipo de abuso sexual ainda não foi divulgado.

Divulgado retrato falado de suspeito de tentativa de estupro em São Luís (Foto: Divulgação / SSPMA)Retrato falado contou com depoimentos de vítima
e testemunhas (Foto: Divulgação / SSPMA)

O delegado Arthur José Benazzi afirmou que esse homem que aparece nas imagens seria mesmo o autor do crime e revelou que a polícia já tem uma linha de investigação, inclusive com a informação da profissão e o bairro onde ele supostamente mora.

Qualquer informação sobre o paradeiro do suspeito pode ser repassada ao Disque Denúncia pelos telefones (98) 3223-5800 (capital) / (98) 0300-313-5800; pelo e-mail disquedenuncia@gmail.com; ou pelo whatsapp 99224-8660. O anonimato é garantido.

Fonte: G1 Ma