Um russo foi declarado morto por paramédicos após consumo excessivo de vodca e levado a um necrotério de Khansanky (Rússia) para a autópsia, na terça-feira (29/12).

Só que o "morto" acabou acordando na gaveta em que fora posto no necrotério ao lado de cadáveres de verdade. Atordoado, o russo tentou deixar a sala do grande freezer e foi abordado por policiais, igualmente atordoados.

"Num determinado momento, o homem se levantou, sem conseguiur entender onde se encontrava. Estava muito escuro e frio. E sua mente estava nebulosa por causa do álcool. No escuro, ele sentiu corpos totalmente gelados ao seu lado e, com pavor, correu até a porta. Mas ela estava trancada", contou Aleksey Stoyev, porta-voz da polícia local.

Em vez de voltar para casa e descansar, o beberrão voltou para o local onde os amigos ainda bebiam, em homenagem ao "falecido", contou o jornal "Khasanskiye Vesti".

Ao chegar à festa onde os amigos estavam, o russo provocou confusão e um dos amigos acabou desmaiando com a aparição do "morto".


iCaxias