Léo Barata abandonou o cargo de Vereador para ser Secretário e não consegue emplacar na pasta(Foto: Centro de Cultura em chamas)


Para aqueles que acreditam em sinais, eis uma forma para várias análises e questionamentos diante do fato que ocorreu na abertura dos festejos natalinos realizado pela Secretaria de Cultura no Município de Caxias.

O Vereador ou melhor dizendo, o Secretário de Cultura Leonardo Barata parece que vem pagando caro por ter abandonado o povo que lhe concedeu o voto, para que o mesmo assim legislasse e fiscalize o Prefeito. Afinal, essa era a finalidade dos eleitores quando deram-lhe esta oportunidade de representa-los.

E não foi o que aconteceu. Um mandato de vereador em Caxias virou um mercado político misturado com interesses pessoais que colocam em segundo plano, ou melhor em em última ocasião, os interesses da população.

Dizer que foi uma fatalidade, um incidente em ver o Centro de Cultura em chamas, isso está mais do que provado que realmente foi. Léo Barata se esforçou até demais em querer chamar a atenção do prefeito e dos populares ali presentes. Sendo uma delas que mais chamou a atenção de todos, foi o exagero de queimas de fogos de artifícios que mais parecia uma final de campeonato mundial.

O titular do Blog preferiu ver primeiro a nota de esclarecimento do vereador que "abandonou o povo para ser secretário do prefeito".

 Léo Barata disse que nenhuma criança correu risco, mas o titular do blog faz aqui uma pergunta para o secretário; Então, se ninguém correu risco, e o que foi aquela correria de crianças e jovens participantes do evento, saindo de dentro para fora do centro de cultura no momento em que uma parte do Centro de Cultura já estava coberta de fogo? 




É bom os próximos vereadores que forem eleitos em 2016 pensarem bastante antes de fazerem de um mandato como se fosse moeda de troca, pois desde que Barata assumiu a Secretaria de Cultura, sua carreira política vem se afundando cada vez mais pela inercia da pasta que o mesmo comanda.


Fonte e Redação: Análio Jr