Ruberval Marinho Macedo, de 45 anos, havia saído de casa para trabalhar em um lava jato na Beira Rio, mas resolveu mergulhar no rio Itapecuru e acabou se afogando.

Parentes da Ruberval ainda chegaram a procurar por ele no mesmo dia, mas não tiveram êxito.

Ele deixou dois filhos e era o oitavo de onze irmãos. Ruberval foi criado por uma tia.

O corpo da vítima já estava em estado de decomposição. Ainda assim, teve que ser levado para o Instituto Médico Legal em Timon para ser necropiciado.

Até o fechamento desta reportagem, o corpo ainda não havia sido liberado, mas seu velório será realizado na casa da mãe biológica na Rua do Sanharó, no bairro Trezidela.




Fonte: TV Sinal Verde Caxias