APOCALIPSE CAXIENSE: POR NATANAEL REIS

APOCALIPSE CAXIENSE



Nesta quinta-feira, 25 de setembro de 2014, li uma matéria de capa do Jornal Pequeno informando que o candidato Dr. Humberto aparecia como 1º colocado nas intenções e votos no município de Caxias/MA. Não acreditei no que vi, então li mais uma vez para tirar minhas dúvidas do que estava escrito como matéria de capa do jornal acima citado.

A perplexidade da qual fui tomado me fez levantar os seguintes questionamentos: Primeiro, como poderia está numa posição confortável um candidato que nos dois mandatos que a sociedade caxiense lhe deu, buscou objetivamente fazer uma gestão sua e dos seus familiares do que uma gestão pública para um povo que lhe elegeu duas vezes; segundo, para me dirigir a você cidadão caxiense que não está amordaçado ao governo municipal e vai votar em Dr. Humberto, é porque tem memória curta.

Pois bem, senhoras e senhores, é partindo desse princípio que acho necessário reviver um passado não muito distante onde um político inescrupuloso acabou com nossos sonhos, de cidadãos de uma cidade digna e justa para com o seu povo. Dr. Humberto transformou o proletariado caxiense, em massa de manobras dos objetivos eleitoreiros do seu grupo, enquanto aqueles amordaçados ou submissos ajudam a tão decantada Princesa do Sertão maranhense, a despencar do 3º para o 7º município mais importante do Estado do Maranhão.

Quando não podia mais concorrer ao cargo municipal, trouxe o sobrinho da Bahia para ocupar seu lugar. Maquinou tudo, de forma que o controle do município tivesse que passar por suas mãos. Elegeu Léo Coutinho, seu sobrinho, que antes de completar dois anos de mandato, já teve um pedido de cassação e responde processos na Justiça e colocou a cidade de ponta cabeça em sua gestão.

Os recursos do Ministério dos Esportes chegaram a Caxias para construir as piscinas semiolímpicas, mas por falta de compromisso as obras estão paralisadas. A receita destinada foi de R$ 1.250.000,00 (um milhão, duzentos e cinquenta mil reais), convênio nº 726526/2009.

E por falar em receita, devo lembrar ao leitor que Dr. Humberto na época, também, recebeu o aporte de R$ 5.362.500,00 (cinco milhões, trezentos e sessenta e dois mil e quinhentos reais), convênio do Ministério dos Esportes/CEF, datado em 30/12/2011, relacionado à implantação e modernização de infraestrutura para esporte recreativo e de lazer.

Qual infraestrutura você estaria construindo com os recursos acima citados na cidade de Caxias? Seria importante, candidato, que o senhor pudesse vir a público explicar o destino dos mesmos, afinal de contas, é com base nas ações aparentes do vosso governo, de 8 anos de mandato, que Vossa Senhoria quer ser eleito Deputado Estadual.

fonte : Blog do Natanel Reis

Postar um comentário

0 Comentários